[How To] Proteções cerâmicas em spray fáceis de aplicar: Merecem a pena?

Detalhe

Administrador
Staff
Obrigado pelo relato.

Já agora 2 dúvidas confirmar-se o 8% de SiO2 no Gliss? Outra tem a ver com o brilho, sempre fiquei com a ideia que os coating cerâmicos (pelo menos os verdadeiros) tinham muito mais brilhos do que qualquer uma cera.

Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk
Do Gliss não é anunciada a percentagem, posso tentar saber. Em relação ao brilho, os acabamentos com SiO2, têm por natureza um aspeto bastante brilhante, reflexivo, se alguma coisa nos podemos queixar, é de não ter a profundidade e aspeto molhado que tem uma boa cera em cores escuras, mas disto também sofrem as ceras que duram muito tempo.
 
Do Gliss não é anunciada a percentagem, posso tentar saber. Em relação ao brilho, os acabamentos com SiO2, têm por natureza um aspeto bastante brilhante, reflexivo, se alguma coisa nos podemos queixar, é de não ter a profundidade e aspeto molhado que tem uma boa cera em cores escuras, mas disto também sofrem as ceras que duram muito tempo.
Peço desculpa se calhar já foi respondido mas neste caso para os aficionados do brilho pode se por uma cera por cima da ceramica correto? Ou há outra solução? A cera agarra a estes produtos?
 

Detalhe

Administrador
Staff
Peço desculpa se calhar já foi respondido mas neste caso para os aficionados do brilho pode se por uma cera por cima da ceramica correto? Ou há outra solução? A cera agarra a estes produtos?
Em primeiro lugar, os aficionados a sério nem sequer usam cerâmicos pois como gostam de estar sempre a experimentar coisas novas, os produtos de longa duração incomodam, têm que ser removidos antes de testar outro. Been there, done that.
Em segundo lugar, tendo uma proteção cerâmica, faz cada vez mais sentido usar outra proteção, para proteger a primeira. O Cupido da Labocosmetica é excelente nisto dada a sua elasticidade. Afinal, uma proteção de dióxido de silício é um mineral e propenso a acumular depósitos de outros minerais. Isto causa perda prematura de hidrofobia, brilho, transparência, etc.
Em terceiro lugar e mais importante, a maior parte do brilho, reflectividade, transparência, profundidade e demais características de uma pintura bem tratada, é conseguida na preparação. Descontaminação, correção, polimento, polimento, polimento, são os passos que no final vão dar aquele look e só no fim a proteção, que adiciona algo mais.
 
Obrigado pelo esclarecimento. Acho que tem toda a lógica o que está dizer

Quanto a foto do carro, acho fantástico! Para um carro branco que normalmente não dá para notar grande brilho.

Esta mesmo lindo... Claro está que a preparação desse carro é exemplar.


Enviado do meu ANE-LX1 através do Tapatalk
 
As proteções cerâmicas rápidas em spray apresentam as mesmas características dos coatings, mas duram menos.
A principal característica é a repelência de água e de sujidade, nenhuma cera ou selante chegam perto destas proteções.
Enquanto a durabilidade, na minha experiência, duram um pouco mais do que muitos selantes e ceras.
Ao contrário do Detalhe, vejo no geyon wetcoat e outros produtos semelhantes, boas propriedades para se utilizarem como proteções únicas.
Onde este tipo de produtos perde claramente para muitos selantes e ceras é no brilho e no aspecto.
Acho que a cera da Fusso chega bem para repelência de agua e sujidade...
 
Acho que a cera da Fusso chega bem para repelência de agua e sujidade...
Completamente de acordo , uso e nao quero outra coisa e foi a melhor cera que usei a nivel de repelencia , durabilidade , facilidade de aplicação e remoção , recomendo vivamente .
 
É pena perderem no aspeto do brilho! Eu falo por mim . . . . Adoro o carro a brilhar .. penso que a maioria do pessoal também

Tens ceras que facilmente chegam a 6 meses de duração por isso dizer que estes selantes duram mais é arriscado mas é o que o Carlos diz, muitos ainda estão a ser testados, daqui a uns tempos a malta terá opiniões mais formador
Uma coisa é o que a marca promete, outra coisa é a realidade. De todas as ceras e selantes que experimentei, desde as mais caras às mais baratas, todas perdem propriedades desde a primeira lavagem. Com os coatings mais fortes isso não acontece. Ok, com os coatings mais fracos de aplicação rápida acontece quase o mesmo.
Os coatings também não são perfeitos.
Concordo com o detalhe quando ele se refere à preparação como o passo mais importante que irá definir a quantidade de brilho. Um superfície lisa, sem contaminação e sem riscos, brilha muito mais.
Eu penso que uma das razões para muitas ceras fazerem aumentar o brilho muito mais do que os coatings tem a ver com a capacidade que elas têm em preencher micro-riscos e assim aumentar a refletividade da luz (brilho).
 
confesso que nunca notei perda de propriedades na fusso quando lavo o carro , por vezes até parece aumentar mas a verdade é certa , as propriedades dos produtos não duram sempre a um dia acabam ;)
 
@Detalhe, como proteção única, qual o melhor produto dentro desta gama das novas proteções cerâmicas, que sugeres?

Outra questão, depois da aplicação primária desta proteção cerâmica, para as lavagens intermédias e/oumanutenção, sugeres o que?
 

Detalhe

Administrador
Staff
@Detalhe, como proteção única, qual o melhor produto dentro desta gama das novas proteções cerâmicas, que sugeres?

Outra questão, depois da aplicação primária desta proteção cerâmica, para as lavagens intermédias e/oumanutenção, sugeres o que?
Podendo aplicar, a melhor proteção é sempre um revestimento que combine proteção física e química, por exemplo o SAM da Labocosmetica ou o Crystal da Fictech. Com menor percentagem de SiO2 mas ainda algo, o One da Fictech ou o Can Coat da Gyeon. Praticamente só com proteção química, o Gliss da Fictech, o CMX da Mother's e a Hybrid da Meguiar's.

Para as lavagens quando temos um revestimento a sério aplicado, o Bathe+ da Gyeon ou o Ceramic Bubble da Fictech, no entanto o sistema mais eficaz atualmente para lavar é o da Labocosmetica. Lavagem regular com o Semper e de vez em quando, a cada 1 - 2 meses, o processo completo:

- Descontaminação férrea
- Enxaguar
- Pré-Lavagem com Primus
- Enxaguar
- Lavagem com Semper
- Enxaguar
- Lavagem com Purifica
- Enxaguar
- Lavagem rápida com Revitax, que na prática é uma forma diferente de aplicar um selante
 
  • Like
Reações: DMP
@Detalhe , peço desculpa, mas não me expressei da melhor forma.

Isso já são setups “demasiado profissionais”, e eu sou um gajo simples, que passo a vida fora, e quando estou em casa, não me posso dar ao luxo de perder um dia à volta do carro. Nem tenho infraestruturas para. Como tal, limito-me a lavar interiores e exteriores de forma correcta, utilizo produtos de qualidade, e umas ceras líquidas para proteger e dar brilho.

Não que não goste do processo, ou que não vá melhorando o processo passo a passo, já estou a pesquisar uma foam lance para introduzir a pré lavagem, assim como formas de descontaminação mais rápidas, ainda sem clay, não tenho paciência para tanto, mas com mitt glove ou esponja, já era gajo para me aventurar. :D

E foi mais ó menos isso que me trouxe a este tópico das ceras cerâmicas fáceis de aplicar como a Gliss da Fictech, o CMX da Mother's e a Hybrid da Meguiar's. Chamaram-me a atenção pela aparente facilidade de aplicação e este tópico ainda mais!

Feita a introdução, pedia-te a gentileza de me indicares dois setups, simples ou mais básicos, como lhes queiras chamar:

1) Lavagem+proteção primária+lavagens manutenção.
(ex: Hybrid Meguiar's aplicação inicial com microfibra + Mais Hybrid (aplicação com jato de água) nas manutenções.
ou: Primus + Revitax + Perfecta em todas as lavagens)


2) Um segundo setup onde já queiras considerar uma descontaminação férrea e uma descontaminação com Mitt, uma proteção primária, e respectiva manutenção entre lavagens.

3) Ignorar este tipo de produtos e utilizar uma Fusso 12 Meses + Cera QD nas manutenções.

Tendo em conta as tuas sugestões, avanço para uma destas opções como o meu setup para a próxima temporada!

Deixo ainda a nota que são viaturas pretas, de garagem, que derivado à minha vida profissional, só saem à rua ao fim de semana e nas férias.

Agradeco desde já a disponibilidade.
 
Última edição:
Podendo aplicar, a melhor proteção é sempre um revestimento que combine proteção física e química, por exemplo o SAM da Labocosmetica ou o Crystal da Fictech. Com menor percentagem de SiO2 mas ainda algo, o One da Fictech ou o Can Coat da Gyeon. Praticamente só com proteção química, o Gliss da Fictech, o CMX da Mother's e a Hybrid da Meguiar's.

Para as lavagens quando temos um revestimento a sério aplicado, o Bathe+ da Gyeon ou o Ceramic Bubble da Fictech, no entanto o sistema mais eficaz atualmente para lavar é o da Labocosmetica. Lavagem regular com o Semper e de vez em quando, a cada 1 - 2 meses, o processo completo:

- Descontaminação férrea
- Enxaguar
- Pré-Lavagem com Primus
- Enxaguar
- Lavagem com Semper
- Enxaguar
- Lavagem com Purifica
- Enxaguar
- Lavagem rápida com Revitax, que na prática é uma forma diferente de aplicar um selante
Bom dia Detalhe, o reload também contém sio2 ou quartzo. Podemos dizer que é um selante cerâmico( ainda que fraco) e que protege quimicamente? É um bom produto no geral? Aparentemente aplica se também como um qd , ou seja, fácil aplicação
 
Top